quarta-feira, 7 de abril de 2010

O EQUIVOCO DA DOMINAÇÃO

Absolutamente para nos cristãos Deus criou todas as coisas, dividiu tudo conforme sua vontade, terra, mares, colocando animais e plantas em seu devido lugar conforme lhe aprouve e a final de sua criação achou que tudo que fizera era muito bom, e deu ao homem o privilegio de ser imagem e semelhança Deles (Gn.1;26 28), Deus abençoa o homem e outorga o seu domínio sobre terra, plantas e animais.

Equivocadamente exagera a criatura quando busca exageradamente o domínio, principalmente sobre o próprio homem escravizando-o, tolhendo o pensar, o agir, o falar, presos muitas vezes por atividades laborais com salários injustos, ideologias políticas e sociais, distorcidas de um justiça igualitária distanciando do evangelho de Jesus Cristo.

Intelectuais, cientistas e outros adeptos do evolucionismo correm para tentar colocar essa teoria no status de verdade absoluta, recentes testes com partículas tentam recriar com experienciais laboratórios a famosa explosão que supostamente deu origem a criação do mundo, exaustivamente defendida pelos evolucionistas.

Nada disso tem importância para nos que cremos na exatidão da Bíblia e que foi escrita por homens inspirados por Deus, sendo indiscutivelmente nossa regra de fé e prática e sua inerrância nos faz acreditas que Deus é o criador de todas as coisas.

A desconstrução do homem equivocado pelo poder, esta destruindo as bênçãos que Deus nos deixou para usufruirmos corretamente sem agressão. Infelizmente a igreja ainda não se empenha totalmente pela causa em defesa da natureza, o domínio atribuído ao homem por Deus esta incluído também os cuidados e preservação de tudo quando Deus criou. O homem esta destruindo a natureza em detrimento dele próprio por falta de sabedoria, egoísmo e gana pelo poder.

O mundo esta a disposição para que o homem conquiste com equilíbrio e que haja distribuição racional entre os homens considerando, que todos podem se candidatar a conquista por dias melhores.

Muitos são os noticiários sobre catástrofes naturais, terremotos em vários continentes, enchentes, tsunamis, epidemias, a volta de doenças tropicais, tudo tem ligação com a falta de compromisso do homem e a busca desenfreada pelo domínio da criação Divina.

O apostolo Paulo escreve ao Colossenses pedindo que se revistam e suportem uns aos outros com afetos, misericórdia, bondade, humildade, longanimidade, perdão e mansidão e acima de tudo pratique o amor como a perfeição que Deus nos ensinou através de seu filho Jesus. ( Cl. 3: 12-14)

Os cuidados que Paulo teve para com o Colossenses, esta plenamente atualizado para nossa realidade, servindo de parâmetro para o resgate da dignidade humana com respeito e sem egoísmo, prevalecendo o amor.

“se vos revestites do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou” (Cl. 3: 10)

Rev. Francisco Rubem.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Igreja Episcopal Carismática do Brasil • Paróquia Betesda

Rua Catulo da Paixão Cearense, Nº 350, Jardim Atlântico, Olinda - PE
paroquiabetesda@gmail.com