quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Profetizando 2019


A Melhor Promessa

"Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; creiam também em mim. Na casa de meu Pai há muitos aposentos; se não fosse assim, eu lhes teria dito. Vou preparar-lhes lugar. E se eu for e lhes preparar lugar, voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver." João 14:1-3.

Alguns teólogos não acreditam/aceitam em promessas de Deus para os dias atuais a não ser a que estão contidas na Bíblia. Eles creem que o tempo da promessa já passou, foi só para edificação da Igreja primitiva. Mas encontramos na Bíblia que Deus é imutável, Ele é constante... Então Deus continua falando, prometendo, revelando-se ao povo Dele!

Encontramos em Eclesiastes 3 que existe tempo para tudo. Deus estabeleceu não só um tempo de ouvir e esperar a promessa, como também um tempo para a realização do que prometeu. Uma das profecias mais forte, linda e que mudou a história da humanidade foi proferida por João Batista. A partir dele começa o tempo de cumprir-se o prometido...

João Batista pregava no deserto e preparou o caminho para a vinda do Cristo, o nosso redentor, o nosso Salvador! Através do cumprimento deste promessa (a vinda de Cristo), o próprio Jesus, fez outra promessa: ‘‘Vou preparar-lhes lugar. E se eu for e lhes preparar lugar, voltarei e os levarei para mim...’’

Deus, se fez nosso devedor, é fiel, nada recebendo de nós mas nos prometendo tão grande bem, o céu! Apesar das nossas falhas, culpas, medos, temores... apesar de darmos motivos todos os dias para Deus desistir de nós, apesar da humanidade se afundar cada dia mais na carnalidade, Ele fez uma promessa e vai cumprir! Nós não vamos ficar aqui! o Céu é o nosso lugar! 

A mais linda promessa é a nossa a salvação eterna, a vida bem-aventurada e sem fim. Através dos profetas esta promessa é vislumbrada como a herança imperecível, a glória eterna. Outros interpretam o desejo de ver a doçura do rosto de Cristo. Outros encantam-se com poder de Deus em tudo, pois lá não haverá morte. Deus nos prometeu a santificação, a imortalidade sem sofrimento, a justificação e a eterna comunhão com Ele.

Parece inacreditável, Deus prometeu nos tirar das garras da morte, da enfermidade, da corrupção, vergonha, fraqueza... e nos dar um corpo novo, com novas vestes, um novo nome... Será uma nova vida! Não reencarnação, não é aqui na terra, mas no céu, com Ele! Para Deus não bastava enviar o seu filho por nós, mas é o desejo de Deus, assim como Ele caminhava e conversava com Adão no jardim do Éden, teremos esta mesma comunhão, viveremos a eternidade com Deus!

Na celebração Eucarística todas as semanas anunciamos "a morte do Senhor até que Ele venha"’. É uma espera diária, Cristo vai voltar e nos levar ao céu. Advento é um tempo especial de reflexão... pois meditamos na primeira e na segunda vinda de Cristo, o que acaba se fundindo... pois lembramos da fidelidade de Deus em cumprir a promessa, mas também lembramos que Ele continua sendo fiel e virá nos buscar! 

"E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará." Mateus 24:12"

"Quando começarem a acontecer estas coisas, levantem-se e ergam a cabeça, porque estará próxima a redenção de vocês". Lucas 21:28.

Ele disse que viria, veio! Ele disse que morreria, morreu! Ele disse que ressuscitaria, Ele ressuscitou! Ele prometeu que viria nos buscar, Espere! Ele vai nos levar para o céu!

Rev. Marcel RMSS
Texto publicado no boletim 09/12/2018 da IECB - Paróquia Betesda

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Sonhe


“Teve José um sonho, que contou a seus irmãos; por isso o odiaram ainda mais. E disse-lhes: Ouvi, peço-vos, este sonho, que tenho sonhado: Eis que estávamos atando molhos no meio do campo, e eis que o meu molho se levantava, e também ficava em pé, e eis que os vossos molhos o rodeavam, e se inclinavam ao meu molho. Então lhe disseram seus irmãos: Tu, pois, deveras reinarás sobre nós? Tu deveras terás domínio sobre nós? Por isso ainda mais o odiavam por seus sonhos e por suas palavras. E teve José outro sonho, e o contou a seus irmãos, e disse: Eis que tive ainda outro sonho; e eis que o sol, e a lua, e onze estrelas se inclinavam a mim. E contando-o a seu pai e a seus irmãos, repreendeu-o seu pai, e disse-lhe: Que sonho é este que tiveste? Porventura viremos, eu e tua mãe, e teus irmãos, a inclinar-nos perante ti em terra? Seus irmãos, pois, o invejavam; seu pai porém guardava este negócio no seu coração.” Gênesis 37.5-11

José sonhou, e viveu o seu sonho! O que te impede de sonhar?
O que José tinha nas mãos, senão somente a revelação de um sonho?
Ele tinha a convicção de que Deus realizaria esse sonho, e o sonho se realizou!

O que te impede de sonhar? Você ainda tem um sonho em suas mãos?
O que te impede de ver teu futuro conforme esse sonho?
Sonhe! Sonhe! Sonhe! Sonhe os sonhos de Deus!


Quando você sonha algo, que está alinhado com os sonhos de Deus, esse sonho já é uma realidade!

Sonhos que não são egoístas são sonhos gerados para alimentar, sustentar outros, sonhos que o próprio Deus sonha conosco!

Todo sonho coletivo, é um sonho fadado ao sucesso! Você é escolhido para o sucesso, então sonhe! José sonhou, Jacó sonhou. Você está intimado a sonhar! Não se alcança nada sem um sonho! Um sonho, é o começo do seu sucesso!

Um sonho é perseguido, não é fácil sustentar seu sonho, mas se você colocar seus sonhos nas mãos de Deus, ele irá se realizar! Deus é sustentador de sonhos! Deus quer te dar sonhos de governo, sonhos de sustento, sonhos de suprir aos necessitados, sonhos de ser sustentador da obra de Deus, sustentador de vidas, sonhos de multiplicação, sonhos de intimidade com Deus, sonhos que mudarão sua fé! Deus se move através de sonhos! Só quem tem fé, sonha!

José foi perseguido, jogado no poço, vendido como escravo, preso, esse foi o preço que ele pagou por um sonho. Um sonho tem preço, quanto maior o sonho, maior o preço. José mesmo passando por tudo isso, não esqueceu do sonho. Passaram anos, mas ele não perdeu o sonho, mesmo depois de toda luta, o sonho de José era o mesmo!

Como esta seu sonho? Cadê seu sonho? Qual o preço que você esta disposto a pagar pelo seu sonho? Você tem um futuro brilhante te aguardando, sonhe!!! Não deixe as lutas, invejas e perseguições te paralisarem, Deus é criador de sonhos, Ele sonha com você! Não perca a visão do seu sonho! Não perca seu sonho de vista!

O que sustenta seu sonho, não é o momento, mas sua fé!
Sonhe o que Deus tem te dado para sonhar!

Rev. Marcel RMSS
IECB - Paróquia Betesda

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

O Advento

O advento é a época santa que precede o Natal. Do latim adventus (chegada), é um tempo de esperança e expectativa, quando os cristãos preparam seus corações para a vinda de Cristo. O Advento consiste nas quatro semanas que antecedem o Natal. Começa no quarto domingo antes do Natal.

O advento é a primeira estação do calendário da igreja e marca o início do ano litúrgico, o ciclo anual de estações observado pelos cristãos através dos séculos. O calendário cristão litúrgico consiste de jejuns e festas, que são  períodos de preparação e celebrações, tendo como centro os principais eventos da vida e ministério de Cristo.

“O Verbo se fez carne e habitou entre nós”. João 1:14. Deus sempre procurou ter um aliança/relacionamento com homem, mas o pecado o afastava. Celebramos com ansiedade advento, não como aflição ou mal-estar físico, mas o desejo veemente de encontrar Cristo. Foi a sua vinda, do seu sacrifício que podemos ter uma aliança perfeita com Deus. É um precioso tempo de reflexão sobre os feitos de Deus no passado, presente e suas promessas (Ele arrebatará a sua Igreja para uma lugar onde não haverá mais dor, sofrimento... prazer eterna!).

Jesus, O Cristo veio, mas ainda não é fim... é tempo de lembrar da espera de Israel e esperamos e damos graças pelo nascimento de Cristo, nós também ansiamos por sua  segunda vinda. Por esta razão, o Advento é tempo onde nos dedicamos a oração, arrependimento e disciplina na comunhão com Deus, confiante de que Cristo está vindo outra vez.

Os cultos dominicais no tempo do advento devem levar a Igreja a entender a diferença entre esperar e celebrar (ansiedade da vinda de Cristo e celebrar porque ele veio). A cor litúrgica para este tempo tão especial é o roxo. Pode-se usar a coroa do advento com quatro velas, o que ajuda na didática para a Igreja entender a importância de confiar nas promessas de Deus, podendo ornar o templo com outros símbolos como presépio, guirlanda, velas, painéis etc.

Rev. Marcel RMSS
IECB - Paróquia Betesda

Igreja Episcopal Carismática do Brasil • Paróquia Betesda

Rua Catulo da Paixão Cearense, Nº 350, Jardim Atlântico, Olinda - PE
paroquiabetesda@gmail.com